A Rainha da Moda

14 abr

Eu sou uma grande devoradora de livros, principalmente sobre história antiga. Portanto, não será difícil eu trazer ao blog assuntos relacionados à história do vestuário ou personagens marcantes de séculos passados.

 

Dedico este post à Maria Antonieta, a rainha decapitada durante a Revolução Francesa no final do século XVIII. Nascida na Áustria, cuja corte era chique, mas não pomposa como a corte do Palácio de Versalhes, a princesa Habsburgo se casou com Luiz XVI aos 14 anos.

 

Mas para se casar com o delfim, o rei francês Luiz XV exigiu que Maria Antonieta passasse por um verdadeiro tratamento de beleza e estética para que sua aparência se enquadrasse nos padrões franceses. Até mesmo seus dentes, que eram tortos, foram totalmente corrigidos.

 

Ao chegar na França, a pequena princesa enfrentou situações constrangedoras, como ao ser despida diante da corte para mostrar que deixava para trás tudo o que remetesse à sua Áustria natal.

 

Maria Antonieta causou grandes mexericos por não seguir regra de vestimenta, que há muito existia na corte Francesa. Poucos meses após chegar a Versalhes, a princesa deu o que falar ao recusar o uso do intensamente restritivo corps (espartilho) de barbatana de baleia.

 

Do traje de montaria masculino aos excêntricos poufs (penteados altíssimos e extravagantes, cuja moda foi lançada por uma inventiva marchande de modes parisiense, Rose Bertin), dos vestidos cravejados de brilhantes ao simples modelo pastoril, Maria Antonieta lançou moda. Seus estilos foram copiados tanto por damas da nobreza quanto por prostitutas na época.

 

A forma de se vestir, permitiu à Maria Antonieta marcar sua posição e se mostrar como uma mulher altiva, que não seguia padrões estabelecidos. Definitivamente ela era uma pessoa que estava anos à frente. Até hoje, seu estilo serve de inspiração para as mais diversas criações.

Maria Antonieta ousou na corte e inovou no século XVIII. Hoje, seu estilo é inspiração para as mais diversas criações no mundo fashion

Maria Antonieta ousou na corte e inovou no século XVIII. Hoje, seu estilo é inspiração para as mais diversas criações no mundo fashion

Anúncios

Uma resposta to “A Rainha da Moda”

  1. Telma 04/19/2009 às 20:21 #

    Interessante desconhecia essa historia e realmente ela não devia ser uma referencia de beleza pois trazia consigo seu estilo proprio e ousado pra época … até por conta dessa ousadia hoje podemos tbm ter a liberdade de escolher o que mais combina com nossa personalidade!
    Mto bacana seu comentário show de cultura !!!

    Telma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: